Zapata quer dobrar faturamento e abrir 50 lojas nos próximos anos

A rede especializada em comida mexicana Zapata, que faturou R$ 9 milhões em 2017, pretende crescer cerca de 30% este ano e dobrar este volume em dois anos, chegando aos R$ 18 milhões. Com 11 anos de operação na capital paranaense, o plano de expansão prevê ainda a abertura de mais 43 unidades da marca até 2023, conquistando mais regiões do país. Atualmente, o grupo conta com uma unidade do Zapata Mexican Bar (própria) e seis do Zapata La Taquería (uma delas própria e as demais franqueadas), em funcionamento na cidade de Curitiba (PR).

É neste segundo formato que está o grande foco da rede para o crescimento. A expansão por meio de franquia ganha força por não existir a necessidade de capital próprio e nem de recorrer a financiamentos bancários, explica o fundador do Zapata, Márcio Brasil. “O setor tem muito a crescer no Brasil, pois o mercado está amadurecendo cada vez mais.” O formato para expansão tem foco na alimentação rápida, ideal para instalação em shopping centers.

Curitiba ganhará uma nova unidade do Zapata La Taquería, prevista para a primeira semana de setembro, no espaço gastronômico Vila Urbana, na Rua Marechal Deodoro. A capital paranaense terá em breve outras lojas da marca, que estarão localizadas no ParkShopping Barigüi e Jockey Plaza Center, além de uma unidade de rua, nas proximidades do bairro Água Verde. A região metropolitana de Curitiba também ganhará uma unidade, no City Center Outlet, que será construído no município de Campo Largo.

Márcio Brasil revela que dentro dos planos de expansão há negociações adiantadas no interior do Paraná, nas cidades de Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá e Ponta Grossa. O Zapata quer ainda alcançar os mercados vizinhos de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além do estado de São Paulo. “Após abertura dessas lojas, vamos mirar o restante nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, crescendo em formato de caracol, de dentro para fora, para podermos dar suporte ao nosso franqueado”, explica o empresário.

Com área mínima exigida de 36 metros quadrados e pelo menos dez funcionários, uma unidade do Zapata La Taquería pede investimento inicial de R$ 350 mil, que contempla valores como R$ 50 mil de taxa de franquia e R$ 30 mil de capital de giro. Cada loja chega a atender 6 mil clientes por mês, em média, e faturar R$ 130 mil – com uma lucratividade de 15% a 20%. “O produto tem uma grande aceitação entre as operações mexicanas e bom retorno de investimentos, que fica entre 24 a 36 meses.”

Imagem: Reprodução
Fonte: Gazeta do Povo