Kiabi prepara segunda loja no Brasil

Conforme os planos anunciados, a primeira unidade da rede varejista no país será aberta nesse domingo, 11 de agosto, no Shopping Ibirapuera, na capital paulista

Às vésperas de inaugurar a primeira loja da rede no Brasil, a francesa Kiabi anunciou o endereço da segunda unidade no país. Será em outubro no Shopping West Plaza, também na cidade de São Paulo, assim como a que abre nesse domingo, 11 de agosto, no Shopping Ibirapuera. Ao desembarcar no país, em março, a rede varejista de roupas comunicou os planos de abrir duas lojas em 2018, com a perspectiva de ter 40 lojas ao final de 2022.

A primeira loja ocupará área de 1,5 mil metros quadrados com produtos de vestuário, acessórios e calçados para toda a família – bebês, inclusive prematuros; crianças; homens; mulheres; e plus size para adultos. A varejista francesa é conhecida pelo jeans de baixo custo. Com a inauguração, tem jeans feminino a partir de R$ 55, de homens a partir de R$ 90, para crianças a partir de R$ 40. “No Brasil, em um primeiro momento as coleções serão importadas da França e teremos peças a partir de R$ 15 reais. À medida que as lojas avançarem, desenvolveremos fornecedores locais, como fazemos no restante do mundo”, disse François Haimez, líder da Kiabi para o Brasil, em comunicado ao mercado.

Segundo o mesmo informe, a intenção é iniciar no Brasil a expansão para a América Latina. Atualmente, a rede conta com 500 lojas físicas em 16 países, da Europa, sendo a França o principal hub com 350 pontos de vendas, e depois a Espanha, com 50 filiais. Fundada em 1978, a Kiabi movimenta € 2 bilhões por ano, comercializando no período em média 275 milhões de peças. As criações são desenvolvidas pelo Trend Lab, uma equipe composta por 56 designers que convidam clientes, colaboradores e influenciadores a pensarem juntos, explica a empresa. São seis coleções por ano e, desde 2016, a marca lança mensalmente modelos com edição limitada.

A varejista Kiabi pertence à família Mulliez, que também é dona da Decathlon, da Leroy Merlin e da Zôdio, três redes do grupo com operações no Brasil. Os negócios englobam ainda os hipermercados Aucham, a rede de fast food Flunch, as padarias Boulanger e lojas de venda de materiais como piso, tapete e persianas Saint-Maclou.

Imagem: reprodução
Fonte: Gbl Jeans