Havanna abre unidades no Recife

Marca abre quiosque nos shoppings Recife e RioMar e já prevê expansão para outros centros de compras da capital pernambucana

Os amantes de alfajor e doce de leite argentinos já não precisam mais pegar um avião para ir para o país vizinho para apreciar as delícias portenhas ou esperar que algum conhecido traga os regalos de uma viagem. Uma das marcas mais famosas da terra dos hermanos chegou ao Recife. A Havanna inaugurou a sua primeira unidade em Pernambuco nesta quinta-feira, no Shopping Recife, em formato de quiosque, que teve investimento de R$ 400 mil. E já tem planos de expansão no estado. Em agosto será aberta uma segunda unidade no RioMar Shopping e a expectativa é expandir nos centros de compras da capital pernambucana e chegar em, pelo menos, quatro lojas já no ano que vem.

A história de Valnor Dória com a Havanna se cruzou durante a feira de franquias da Associação Brasileira de Franchising de 2017. “Temos o sangue empreendedor na família, meu pai tem outros negócios na área de café e estava buscando algo. Durante o evento, vi que a Havanna estava abrindo franquias no Nordeste. Quando vi a oportunidade, pensei que não podia deixar passar e me candidatei”, conta o franqueado, que já se prepara para abrir a segunda unidade em dois meses. E o projeto de expansão visa estender a atuação nos centros de compras da cidade. “A ideia inicial é ocupar os shoppings, que são áreas estratégicas de consumo. Queremos chegar a pelo menos quatro ou cinco unidades no ano que vem, entre lojas e quiosques. Depois dessa etapa inicial, vamos pensar em expandir para o aeroporto e lojas de rua”, acrescenta.

Tanto no Shopping Recife quanto no RioMar, a Havanna será em formato de quiosque, gerando 25 empregos nas duas unidades. Além da disponibilidade para compras de toda linha de produtos da marca, como alfajor, doce de leite, Havannets, chocolates, o local também terá uma cafeteria. “Será um ambiente bacana, para uma experiência de consumo legal. Vamos oferecer a parte tradicional de uma cafeteria, com cafés, drinks e gelados, shakes, chás e refrigerantes. Além disso, terá pão de queijo, mas também salgados voltados para culinária argentina, como empanadas”, detalha Valnor. Ele ainda ressalta que os produtos servirão como opções de presentes e o alfajor e doce de leite são os carro-chefe da marca. “A Havanna faz linhas para datas comemorativas, como Páscoa, Dia das Mães e Natal, com produtos e embalagens diferentes”.

Todos os produtos que estarão disponíveis no Recife são importados. “Eles vêm da Argentina para uma central de distribuição em São Paulo, que distribui para todo o Brasil”, ressalta o franqueado. Já os itens da cafeteria precisam ser homologados pela marca, que escolhe os fornecedores. “Eles vão chegar para gente de São Paulo e vamos acondicionar no freezer”, explica.

A expectativa é que, por ser uma marca já conhecida entre os consumidores pernambucanos, o desempenho das lojas seja positivo. E a seleção dos pontos tem sido criteriosa para gerar um número importante para a Havanna. “A ideia é diminuir distância e estimo um movimento muito bom. O Shopping Recife é campeão em termos de mix de lojas e de frequência de pessoas e a expectativa é que nossa operação fique entre as principais do país por conta do potencial do shopping. Já o RioMar tem um público mais elitizado e o nosso público é mais das classes A e B”, conclui.

*Imagem reprodução
Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/economia/2018/07/01/internas_economia,756206/havanna-abre-unidades-no-recife.shtml