Gigante japonesa Daiso revela data para inaugurar sua primeira loja em Curitiba

A maior rede de variedades japonesas no Brasil já tem data para chegar a Curitiba. A Daiso Japan inaugura na próxima quinta-feira (15), às 13h, sua 40.ª unidade, no Shopping Curitiba. É a primeira fora do estado de São Paulo. Em uma espaço de 300 m², a marca vai apostar na grande variedade de itens a preços democráticos. Serão 100 mil produtos expostos, sendo cinco mil artigos diferentes, nos valores de R$ 4,99 a R$ 59,99.

A unidade da capital paranaense segue o modelo de sucesso das lojas paulistas, com estratégia de operação dentro de shoppings centers – das 40 unidades, apenas duas estão no comércio de rua. Com lâmpadas de LED, em um ambiente claro e amadeirado, a Daiso Japan busca que seus clientes tenham uma experiência de compra que os aproximem da cultura japonesa.

De acordo com o gerente-geral da Daiso Japan no Brasil, Reginaldo Gonçalves Paulista, a escolha de Curitiba para instalação da loja contou com o “empurrãozinho” dos fãs da rede, que fizeram barulho das redes sociais. O executivo explica ainda que a loja da cidade vai servir como termômetro de expansão para outros estados, ao testar novos processos que envolvem logística, tributação e legislação diferenciadas.

O consumidor curitibano vai encontrar na loja bebidas e alimentos japoneses, papelaria diversificada, utilidades domésticas, acessórios para PET, decoração e produtos que são novidades no Brasil. É o caso da caneta mágica com tinta invisível, fatiadores de vários modelos e a esponja que limpa só com água. Com grande parte dos produtos custando R$ 7,99 e ticket médio entre R$ 40 e R$ 50, Paulista garante que o cliente vai sair da loja com a sacola cheia.

O destaque da rede está também na velocidade no reabastecimento de produtos nas lojas. Em Curitiba, por exemplo, toda semana devem chegar de 80 a 100 novos produtos nas prateleiras da Daiso. Entre eles os sucessos de venda: marmiteiras e porcelanas japonesas a preços bem abaixo da média do mercado.

Para abertura da loja, foram contratados 22 funcionários, entre caixas, repositores, líderes e subgerentes. O investimento é de R$ 1,5 milhão.

“Favorecidos” pela crise

Enquanto grande parte do mercado brasileiro sofre com os efeitos da crise econômica, com o enxugamento de postos de trabalho e fechamento de lojas, a Daiso Japan não para de crescer no país. A gigante japonesa, presente em 26 países e com faturamento global de US$ 8 bilhões, chegou ao Brasil em 2012, com inauguração da primeira unidade no centro da capital paulista. O estoque de produtos, que foi pensado para sete meses, durou apenas dois. Havia filas nas portas da loja e a empresa precisou limitar o número de produtos por clientes.

“Foi assim que entendemos o potencial do mercado brasileiro”, aponta o gerente. “A crise econômica, na verdade, nos favoreceu, por conta da qualidade e do preço democrático dos nossos produtos. O brasileiro é um povo consumista. Tudo isso fez com que a Daiso se tornasse uma grande opção no varejo”, acrescenta.

A intenção da rede é inaugurar, no mínimo, mais 12 unidades em 2019. O executivo não revela os locais, mas garante a expansão para outros estados e uma nova unidade em Curitiba ainda no próximo ano. Ele diz também que há possibilidade de abertura de lojas em Londrina e Maringá. Neste caso, ainda sem prazo definido.

Imagem: Reprodução
Fonte: Gazeta do Povo