Foco no Nordeste e Sudeste

Pague Menos Investe R$ 212 Mi para Crescer 15%

Com o investimento de R$ 212 milhões em novas lojas, a Pague Menos quer abrir 180 pontos de venda este ano – crescimento de 15%, em relação ao ano anterior. No primeiro semestre do ano foram 74 unidades abertas. “Continuamos com o ritmo forte de expansão seguindo com o Nordeste e Sudeste como nosso principal foco, nas capitais e no interior. Temos uma área de inteligência que definimos os pontos onde a Pague Menos tem uma presença menor e identificamos onde é possível ter novas lojas”, explica Luiz Navais, diretor financeiro e de relações com investidores da Pague Menos, com exclusividade para o Jornal Giro News.

Crescendo no E-commerce
A rede de farmácias também aumentou o número de clientes atendidos no primeiro semestre de 2018: 1 milhão a mais. Para o diretor, o e-commerce também cativa novos clientes e divulga o mix de produtos do ponto de venda. “Nós mais que triplicamos as vendas no e-commerce no primeiro semestre, em relação ao ano anterior. É um canal que vai crescer ainda mais. Com ele, o consumidor também conhece a nossa rede no canal online. Ou seja, o e-commerce não é só um canal de vendas, ele é uma porta de entrada para que o cliente conheça a Pague Menos”, afirma.

Serviços Farmacêuticos são Realidade
Segundo Luiz Navais, um dos diferenciais da Pague Menos e algo a ser explorado pelas redes de drogarias, em geral, continua sendo os serviços prestados nas lojas. “Até o final deste ano chegaremos a 900 lojas com o serviço Clinic Farma. Uma sala reservada, dentro das unidades, onde o farmacêutico dá instruções sobre os medicamentos e apoio aos tratamentos dos clientes. O SUS não tem capacidade de atender a todos e nós oferecemos este serviço que vem preencher uma lacuna”, finaliza o diretor.
Hoje, cerca de 800 PDVs da rede contam com o Clinic Farma.

Resultados 2º Trimestre
A Pague Menos concluiu o segundo trimestre do ano com 37 novas lojas, totalizando 1.141 unidades em operação e outras 70 lojas em construção. O lucro líquido atingiu a marca de R$ 4,7 milhões.

Imagem: Reprodução
Fonte: Giro News